Bilder Listen Slider
 


Quais os benefícios da matéria orgânica para o bom manejo do solo?

Para obter os melhores resultados de seus sistemas de irrigação e de sua lavoura o bom manejo do solo é fundamental. Entenda a importância da matéria orgânica nessa prática. (...)

Quando o produtor rural cuida de seu solo, seus custos são reduzidos ao mesmo tempo em que a produtividade e qualidade da lavoura aumenta!


manejo solo

Na agricultura o bom manejo do solo é fundamental para a conquista de bons resultados. Um solo saudável apresenta uma melhor produtividade, maior qualidade dos cultivares. Isso permite reduzir custos, otimizando o uso da água com os sistemas de irrigação.

No Brasil foi comum que ao longo do tempo fossem adotadas técnicas de manejo importadas, que desconsideram as especificidades e características locais, sendo o maior exemplo o uso de solo desnudo e limpo. As volumosas chuvas tropicais levam os nutrientes e causam crostas superficiais no solo. Além da maior dificuldade na infiltração de água, a prática ainda facilita a evaporação através do vento, resultando em maior desperdício e menor eficiência no uso de sistemas de irrigação.

Felizmente, contudo, é possível verificar nos últimos anos um aumento na procura por técnicas de cultivos que são mais propícias às características brasileiras, como o plantio direto, por exemplo, onde a matéria orgânica cumpre um papel importante no manejo do solo.

manejo solo

A importância da matéria orgânica no manejo do solo

É importante ter claro que a matéria orgânica vegetal não é adubo. Sua importância no manejo do solo está ligada a vida aeróbia do solo, responsável por realizar a agregação que cria o sistema de macroporos, por onde entram ar e água, essenciais para produção vegetal.

A matéria orgânica serve para nutrir especialmente os micróbios aeróbios do solo. Assim, é fundamental que essa matéria não seja enterrada, permanecendo sempre na superfície ou em sua camada mais superficial.

É fato que ao final de sua decomposição total a matéria orgânica libera nutrientes, contudo, esse resultado pode ser considerado um brinde, não sendo o propósito principal de seu uso no manejo do solo.

Sobre esse assunto é importante ressaltar ainda que o composto não é alimento vegetal, mas um produto que está biologicamente estabilizado sem os benefícios de produzir substâncias que auxiliem na agregação. Embora o composto se justifique em cultivos de alta rotatividade, como as hortaliças, nas culturas anuais ele não é necessário.

Outro ponto é que a matéria orgânica não é um nutriente químico (NPK) em forma orgânica, porém, ajuda a nutrir as plantas por meio da animação dos organismos do solo, responsáveis por mobilizar os nutrientes. De forma era o nitrogênio adicionada pelo uso da matéria orgânica ou de compostos tem pouca correlação com o nitrogênio no solo.

Por outro lado, a animação da vida do solo, mobilizando os nutrientes, ajuda a fixar o nitrogênio. Solos desagregados, adensados ou compactados, sofrem com a perda do nitrogênio. Como a matéria orgânica contribui para eliminar essas condições, é uma solução viável para combater o problema de perda de nitrogênio.

Além disso, estudos mostram que enquanto o uso de esterco animal adiciona nitrogênio no solo, mas baixa os fixadores do nutriente, palhas de folhas mortas incentivam a fixação de nitrogênio, de tal modo que os ganhos com o uso das soluções se equiparam.

pasto

Mas vale reforçar: é recomendado evitar o incentivo da decomposição da matéria orgânica pela aração. O clima tropical favorece a rápida decomposição, sendo que a aração, gradagem ou revolvimento pela enxada rotativa favorecem a oxigenação do solo, fazendo com que o material precisa ser reposto continuamente.

Dessa forma podemos concluir elencando os seguintes benefícios do uso da matéria orgânica no solo:

  • Proteção da superfície do solo, dificultando a compactação e evaporação, melhorando o uso dos sistemas de irrigação;
  • Nutrição dos micro-organismos que mobilizam e fixam os nutrientes;
  • Agregação de partículas sólidas da camada superficial, melhorando a entrada de ar e de água, bem como a retenção dessa última.

Quando o produtor rural cuida de seu solo, seus custos são reduzidos – com menor necessidade de uso de defensivos e otimização do uso da água - ao mesmo tempo em que a produtividade e qualidade da lavoura aumenta!

A Bauer é especialista em sistemas de irrigação, desenvolvendo soluções que fazem a diferença efetiva em seus resultados. Siga nossas páginas nas redes sociais e conheça a Força Bauer! Até a próxima!

#Agricultura / #Agrícola / #Atividade_Agrícola / #Campo_brasileiro / #Campo / #Fazenda / #Matéria_Orgânica / #Manejo_do_Solo / #Agricultura_Sustentável / #Irrigação / #Agronegócio / #Jovens_Agricultores / #Tecnologia_no_Campo / #Campo_Inovação / #Agricultor / #Produtor_agrícola / #Sistemas_de_Irrigação