Bilder Listen Slider
 


Evitando a erosão com boas práticas de manejo do solo

A erosão é um problema grave que leva a perda de bilhões de toneladas de solo. Saiba como boas práticas de manejo de solo ajudam a evitar o problema. (...)

Um dos problemas mais graves que podem afetar o solo é a erosão, uma das maiores inimigas de nossa agricultura, arrastando bilhões de toneladas de solo anualmente, diminuindo a capacidade produtiva e com forte impacto ambiental. (...)




Nas propriedades rurais o manejo do solo é um dos processos mais importantes, afetando diretamente a produtividade por hectare, qualidade da produção e até mesmo o custo com insumos utilizados na lavoura, como os defensivos agrícolas.

Ter um solo de boa qualidade deve ser uma obstinação do agricultor, conhecendo e adotando as melhores práticas de manejo para evitar a ocorrência de problemas que prejudicam a capacidade produtiva.

Um dos problemas mais graves que podem afetar o solo é a erosão, uma das maiores inimigas de nossa agricultura, arrastando bilhões de toneladas de solo anualmente, diminuindo a capacidade produtiva e com forte impacto ambiental.

A boa notícia é que quando em fase inicial a erosão pode ser contida com facilidade. Além disso, existem diversas práticas preventivas que são simples de serem aplicadas no dia a dia das propriedades rurais.



Combatendo a erosão, evitando a perda de produtividade

Hoje é possível estimar que cerca de 20% da terra utilizada na agropecuária no Brasil sofre com algum tipo de degradação, o que facilita o avanço da erosão. O problema não atinge apenas áreas de ocupação mais antiga, ocorrendo em diferentes regiões, do norte ao sul do país. A erosão marca presença inclusive em áreas preservadas, como a região amazônica e do Pantanal.

É importante ressaltar que a erosão do solo não prejudica apenas o produtor que ocupa a área desgastada, mas impacta todo o meio ambiente do entorno quando em estágio avançado, podendo levar ao assoreamento da bacia hidrográfica a depender da localização.

Para evitar o agravamento do problema, é muito importante o produtor rural ficar atento ao solo de sua propriedade de forma a realizar o diagnóstico precoce para agir a tempo de prevenir o agravamento da erosão e seus prejuízos relacionados.

Um dos primeiros sinais que deve ligar o alerta no produtor é a falta de cobertura vegetativa em determinadas áreas. Quando o solo está muito exposto é sinal de que algo não vai bem. Mesmo se a área descoberta for pequena é preciso agir.

Sem cobertura, o solo sofre com as chuvas, especialmente se as precipitações forem muito volumosas, que facilitam a chamada erosão laminar. A erosão laminar é um processo mais superficial, que sem a correta intervenção tende a se agravar até que sejam formados sulcos ou mesmo voçorocas, estágio onde se formam enormes buracos na terra. O ideal é sempre agir no início do problema, barrando sua progressão.

Para evitar a erosão em sua propriedade o agricultor deve adotar boas práticas de manejo de solo, cujos princípios podem ser resumidos em seis pontos:



  • Observação: ficar sempre atento observando se a terra está sendo lavada, se estão sendo formados sulcos ou processes maiores.
  • Planejamento: planejar com todo cuidado a atividade agropecuária dentro da propriedade, realizando o replanejamento de tempos em tempos.
  • Diversificação de culturas: a monocultura é uma aliada da erosão, uma vez que ao utilizar uma só cultura, a área radicular da planta explora apenas uma camada do solo. Diversificar é propiciar maior retenção de solo, melhor explorar o solo e oferecer maior cobertura ao solo.
  • Adotar práticas conservacionistas: práticas conservacionistas como a agricultura em nível, uso de terraços, bacias de captação, o plantio direto, sistemas agroflorestais, entre outras, contribuem para preservar o solo e evitar a erosão.
  • Nutrição das plantas: as plantas precisam estar bem nutridas, para isso é fundamental realizar análises do solo e seguir as recomendações de adubação e correção.
  • Manutenção da cobertura do solo: o ideal é manter o solo sempre coberto, seja utilizando resíduos da cultura anterior ou utilizando uma cobertura viva. A cobertura do solo tanto protege como também melhora suas propriedades.


Para alcançar a melhor produtividade e qualidade em sua propriedade, contribuir de forma positiva para o meio ambiente, cuide de seu solo. Com boas práticas de manejo do solo a atividade agrícola vai mais longe.

Fique por dentro de todas as novidades da Bauer e tenha acesso a mais conteúdos voltados ao agro nacional curtindo nossas páginas nas redes sociais! Até a próxima!

#Agricultura / #Agrícola / #Atividade_Agrícola / #Campo_brasileiro / #Campo / #Fazenda / #Irrigação / #Automação / #Agricultura_Sustentável / #Irrigação / #Agronegócio / #Jovens_Agricultores / #Tecnologia_no_Campo / #Campo_Inovação / #Agricultor / #Produtor_agrícola / #Manejo_de_solo / #Erosão / #Produtividade