Bilder Listen Slider
 


Leite a pasto e a irrigação – maior produtividade e menor custo

Diversas pesquisas já mostraram que a maioria dos consumidores está disposta a pagar mais por produtos de empresas que tenham compromisso ambiental efetivo (...)

Os sistemas de irrigação podem ser grandes aliados do produtor de leite, permitindo manter a boa produtividade das forrageiras o ano todo. Saiba mais (...)


Gado, Agricultura e Irrigação

O atual volume de produção de leite no Brasil coloca o país entre os três maiores produtores mundiais do alimento, ficando atrás apenas de Estados Unidos e Índia. O país também figura entre os principais consumidores do alimento.

Embora nos últimos anos a produção leiteira tenha registrado um importante aumento de produtividade – mais de 350 municípios contam com produtividade de 4.000 litros por vaca, acima de países como Nova Zelândia, sendo que em alguns deles se alcançou os 6.000 litros por vaca, equivalente ao padrão europeu – é inegável que ainda muito pode ser feito.

A irrigação se mostra como uma importante aliada do produtor de leite, permitindo alcançar um melhor desempenho e produtividade no leite a pasto, ao garantir forrageiras de alta qualidade durante todo o ano, inclusive no inverno e meses mais secos.

Gado, Agricultura e Irrigação

O leite a pasto e a irrigação

Um dos fatores de maior influência na produtividade bovina é a alimentação. Seu rebanho precisa contar com uma dieta capaz de oferecer a nutrição adequada para permitir que o organismo produza leite em boas quantidades.

A alimentação é justamente o maior custo associado à criação de gado leiteiro. Esse custo pode ser diminuído através do uso de pastagens e forragens cortadas, que podem representar a totalidade da alimentação do rebanho.

Na maioria das propriedades voltadas a produção de leite do Brasil e da América Latina, os produtores utilizam as pastagens na alimentação do rebanho. Dessa forma, o chamado a leite a pasto não é uma realidade nova, sendo comum aos produtores.

O cenário encontrado no país, porém, ainda não permite alcançar todos os benefícios desse método. A maioria das propriedades ainda trabalha com o uso extensivo das pastagens, usam forrageiras pouco produtivas de baixa qualidade e com manejo inadequado.

Mesmo nos locais onde é possível encontrar um maior cuidado com esses aspectos e o uso intensivo das pastagens, o uso dos pastos se restringe aos períodos chuvosos. A maioria das forrageiras tropicais é estacionária, apresentando queda significativa durante os períodos secos.

Ainda que essa questão possa ser resolvida com a suplementação da pastagem com forragem conservada, forragem verde picada ou mesmo forrageiras de inverno, a queda na produtividade durante os meses secos é um problema real enfrentado pelos produtores.

Gado, Agricultura e Irrigação

Para solucionar esse problema e manter uma produtividade alta durante todo o ano, produtores de leite vêm encontrando na irrigação uma importante aliada. Embora a irrigação não resolva a estacionalidade por completo – fatores como temperaturas também influenciam no desenvolvimento das forrageiras - estudos indicam que as pastagens irrigadas pode alcançar uma produtividade anual 40% maior.

É importante ressaltar que além de ter um bom sistema de irrigação é fundamental escolher com cuidado o tipo de forrageira a ser cultivado – como o capim-elefante – além de cuidar do manejo do solo para que mantenha uma boa composição nutricional, capacidade de penetração e retenção da água.

O leite a pasto, a sustentabilidade e os consumidores

Além de permitir alcançar bons resultados, a criação do gado leiteiro em pastagens utilizando a irrigação se destaca pelo potencial sustentável, fator que cada vez mais será valorizado pelos consumidores.

Diversas pesquisas já mostraram que a maioria dos consumidores está disposta a pagar mais por produtos de empresas que tenham compromisso ambiental efetivo. Diante do quadro de urgência da necessidade de cuidarmos do planeta, esse fator deve aumentar seu peso na decisão de compra dos consumidores.

O método do leite a pasto garante maior bem estar animal e quando em comparação ao confinamento com uso de ração tem menor potencial agressivo ao meio ambiente. É importante, porém, se atentar ao uso da água.

É preciso que esse recurso tão valioso, e ao mesmo tempo tão escasso, seja usado de forma racional, contando com sistemas inteligentes de irrigação que permitam o produtor alcançar o melhor uso da água em suas pastagens.

Com as pastagens irrigadas, o produtor de leite oferece melhores condições para o seu rebanho conquistando maior produtividade por animal com um menor custo ao mesmo tempo em que agrega valor ao seu produto.

Vamos juntos construir um mundo verde e com alimento de qualidade para todos? Continue acompanhando nosso blog e saiba mais sobre os sistemas de irrigação e como eles podem contribuir com produtores de diferentes setores. Até a próxima!



Gado, Agricultura e Irrigação

Curta nossas páginas nas redes sociais, e fique por dentro de todas as novidades da Bauer! E continue acompanhando nosso blog, para saber mais sobre a irrigação e agricultura. Até a próxima!

#Agricultura / #Agrícola / #Atividade_Agrícola / #Campo_brasileiro / #Leite_a_Pasto / #Campo / #Fazenda / #Irrigação / #Automação / #Agricultura_Sustentável / #Gado_Leiteiro / #Manejo_do_solo / #Irrigação / #Sistemas_de_irrigação / #Jovens_Agricultores / #Tecnologia_no_Campo / #Campo_Inovação / #Agricultor / #Produtor_agrícola



Gado, Agricultura e Irrigação



Referências: Infoteca Embrapa / Prodap / / Milk Point / Canal Rural / Embrapa / CEPLAC / Milk Point