Bilder Listen Slider
 


Como economizar água na agricultura? – O Sistema de Plantio Direto (SPD) como solução

Isso proporciona uma melhor condição para o crescimento e desenvolvimento das culturas, minimizando os efeitos adversos de déficits hídricos, assim como o desperdício de água, permitindo um uso otimizado dos recursos(...)

Economizar água deve ser um objetivo de todos os produtores. Entenda porque o Sistema de Plantio Direto é uma solução para isso. Saiba mais (...)


agro agricultura irrigação

A agropecuária é a atividade que mais utiliza água doce no Brasil, sendo responsável por 70% do consumo do recurso. Quase metade desse total, contudo, é desperdiçada, segundo estimativas do Fundo das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Diante de um cenário de crise ambiental aguda pelo qual o planeta começa a passar, esses dados são alarmantes e exigem uma resposta contundente do setor agrícola como um todo.

O incentivo a agricultura irrigada, a renovação dos maquinários e soluções de irrigação, por exemplo, é uma medida que permite aos agricultores otimizarem o uso da água ao mesmo tempo em que potencializam sua produção.

É preciso, porém, ir além do investimento em tecnologia. As inovações são, sem dúvidas, fundamentais para conquistar uma prática agrícola com menos desperdícios, mas precisam ser aplicadas junto com técnicas que gerem melhores resultados.

Quando a prática agrícola prejudica o solo e as fontes de água

As práticas agrícolas no Brasil foram profundamente influenciadas por sistemas de cultivos provenientes da Europa. E não havia como ser diferente, uma vez que sofremos um violento processo de colonização.

Era comum, por exemplo, que os colonos europeus, após desmate das áreas, revolvessem o solo de forma profunda, acreditando que assim estariam o afrouxando e acelerando seu aquecimento. Em um clima temperado sujeito a congelamentos, como na Europa, essa seria uma realidade.

No solo tropical, essa prática provoca o adensamento, reduzindo os poros de drenagem e de aeração que passam para menos de 10%. O resultado é um solo duro, que ainda por cima é limpo e descapinado, ficando desprotegido do sol e do impacto das chuvas.

O resultado é a formação de crostas superficiais que o impermeabilizam, após o calor oxidar a matéria orgânica que mantinha as partículas sólidas agregadas.

Há um efeito cascata: a água então não infiltra mais no solo, escorrendo, provocando erosão e enchentes enquanto o lençol freático não é reposto. Não raro esse cenário provoca a seca de fontes e poços em propriedades.

O produtor tem então um solo pobre, que exige um maior uso de defensivos agrícolas, além acabar utilizando e desperdiçando mais água para obter resultados pouco produtivos.

Esse cenário de inadequação agrícola as condições brasileiras foi muito bem observado por Ana Primavesi, austríaca forma em Agronomia na Universidade de Viena, e que veio para o Brasil após a Segunda Guerra Mundial.

VOCÊ SABIA?


Ana Primavesi

Por aqui se tornou professora da Universidade Federal de Santa Maria, RS, onde fundou e chefiou o departamento de química e de biologia do solo. Ao longo dos anos Ana Primavesi tornou-se um dos principais nomes da agroecologia, com inúmeros livros e trabalhos publicados. Infelizmente Ana Primavesi faleceu em 5 de janeiro de 2020. Seu legado, porém, é inestimável.



Sistema de Plantio Direto (SPD) – Uma solução para economizar água na agricultura

O Sistema de Plantio Direto vem sendo desenvolvido no mundo desde a década de 1940. No Brasil sua aplicação data da década de 1970, oferecendo excelentes resultados através de suas três técnicas principais:

  • Ausência ou revolvimento mínimo do solo;
  • Cobertura do solo com palhada;
  • Rotação de culturas.

Estudos mostram que sob as mesmas condições ambientais, o SPD é capaz de armazenar um maior volume de água em comparação aos sistemas de preparo de solo.

Sistema Plantio Direto - EMBRAPA

Isso significa que ele proporciona uma melhor condição para o crescimento e desenvolvimento das culturas, minimizando os efeitos adversos de déficits hídricos, assim como o desperdício de água, permitindo um uso otimizado dos recursos.

Essa maior retenção de água no solo que utiliza o Sistema de Plantio Direito ocorre porque nele há:

  • Maior proporção de poros de diâmetros médios e distribuição mais uniforme destes poros;
  • Menores perdas por evaporação;
  • Maior taxa de infiltração da água;
  • Maior teor de matéria orgânica;
  • Maior biomassa e atividades de organismos;
  • Maior agregação do solo e estabilidade dos agregados.

É importante frisar que o teor de água no solo está relacionado ao índice de cobertura, agregação e teor da matéria orgânica. Além disso, quanto maior o teor de água, menor a temperatura, o que também sofre influência da absorção e reflexão dos raios solares.

Sobre esse aspecto, a cobertura utilizada faz toda a diferença, sendo que os resultados variam conforme cor, tipo, quantidade e distribuição da palhada sobre o solo.

Essa menor temperatura do solo conquistada pelo SPD também provoca efeitos positivos, beneficiando:

  • desenvolvimento de raízes e da parte aérea;
  • germinação das sementes;
  • atividade dos microrganismos no solo;
  • difusão do soluto e dos gases;
  • processos bioquímicos do solo.

Vale ressaltar que a prática contribui para o menor uso de defensivos agrícolas, que quando em excesso prejudicam tanto a saúde humana quanto o equilíbrio ambiental. Além disso, uma agricultura “higienizada” é uma agricultura com menos nutrientes.

Para quem já utiliza a agricultura irrigada, o Sistema de Plantio Direto, permite:

  • diminuir a frequência da irrigação nas culturas,
  • economizar água e energia,
  • reduzir os custos para o produtor.

Continue acompanhando nosso blog e tenha acesso a mais artigos sobre a irrigação e os benefícios da agricultura irrigada. Fique por dentro de todas as novidades da Bauer em nossas redes sociais! Até a próxima!

#Agricultura / #Economizar_água / #Água / #Agricultura_Irrigada / #Agrícola / #Atividade_Agrícola / #Produtor / #Campo / #Fazenda / #Produtor_Agrícola / #Sistema_de_Plantio_Direto / #SPD / #Irrigação / #Sustentabilidade /







Fontes: ANA.gov.br / Agencia CNPTIA - EMBRAPA / Boa Práticas Agronomicas / Plantio Direto - Wikipedia /
Livro: Primavesi, A. Manual do Solo Vivo: Solo Sadio, Planta Sadia, Ser Humano Sadio, 2016